Você Sabia?

Músculo sóleo. Entenda a importância dele para quem corre

Soleo
Soleo

Com que frequência pensa no músculo sóleo quando corre? Provavelmente nunca e isso não é bom. diz. Este é um músculo realmente subvalorizado no corpo e especialmente crítico para a corrida. Especialistas chamam-o de músculo dormente porque funciona o tempo todo, mas não recebe seu devido crédito.

O que é o sóleo, afinal?
O sóleo é um músculo profundo, parecido com uma panqueca – um dos seus três músculos da panturrilha – que se estende desde o tendão de Aquiles no calcanhar atrás do joelho. Ele é responsável pela flexão plantar, que é quando os dedos dos pés apontam para baixo e é daí que vem o empurrão quando você está andando ou correndo.

Obviamente, esse empurrão é crucial para o movimento da corrida. E enquanto as fibras de contração rápida do gastrocnêmio – ou panturrilha externa – são responsáveis ​​pelo seu explosivo poder de sprint, os músculos inferiores, mais profundos, cheios de fibras de contração lenta, são os músculos que precisamos para aguentar uma corrida mais de longa distância. O sóleo é bem importante por durar quilômetro após quilômetro, e é por isso que os corredores de maratonas e ultras costumam ser os primeiros a sentir dores excessivas em seus sóleos.

Esse esquecido músculo é freqüentemente chamado de “segundo coração” por causa de sua capacidade de bombear sangue para a parte inferior da perna – e isso significa que quando está apertado ou não tem força, na verdade inibe o fluxo de sangue para o pé e tornozelo. Em alguns casos, sua área de panturrilha pode literalmente travar, fazendo com que você não consiga flexionar o pé e sair mancando para linha de chegada.

Como ele afeta sua corrida
Embora ferimentos diretamente no sóleo sejam raros, o uso excessivo – que causa uma dor incômoda e recorrente – é muito comum em corredores. Toda vez que você pisa no final da marcha, seu corpo tem que frear. Os músculos que vão permitir que você freie são seu gastrocnêmio e seu sóleo, nessa ordem. É o último músculo a absorver o choque. É importante notar que boa parte das pessoas sobrecarrega seus músculos sóleo correndo mais nas pontas dos pés – o que nada mais é que uma medida de proteção para impedir que o choque entre nos joelhos.

Não se esqueça: quanto mais sobrecarregado for esse músculo, mais provável de ele te fazer sofrer em longo prazo.

Para evitar uma sobrecarga e sofrer com consequências depois, auto-massagem antes e depois de suas longas corridas pode ajudar a preparar o músculo para correr e aumentar o fluxo sanguíneo, o que ajuda a prevenir a dor. #BrasilRun

Fonte: Runner´s World

Leia também sobre como a palmilha postural pode ajudar a prevenir problemas na coluna.

Newsletter

Publicidade