Você Sabia?

Mindful running. O que é e como pode ser importante para a sua corrida

Mindful Running
Mindful Running

Mindful running, ou corrida consciente, é um termo vago que significa muitas coisas para muitas pessoas diferentes, mas realmente se resume a estar presente, estar mentalmente conectado ao seu movimento e não se distrair. A distração pode vir na forma de outras pessoas passando ou falando, ruído, tecnologia, mas também pode vir na forma de pressões culturais.  Tipo “Com que velocidade tenho que ir?” “Até onde devo ir?” “Qual é a definição de um corredor?”.

Parte do apelo da corrida é como ela é inconsciente – apenas um pé à frente do outro. Mas e se você pudesse torná-lo mais consciente (mindful)? É fácil falar sobre isso em teoria, mas é mais difícil fazer isso na prática. A ciência está alcançando a teoria, porém, provando que a mindful running não é apenas legítima, mas também algo de que qualquer corredor pode se beneficiar.

Por exemplo, um estudo de 2016 publicado na revista Translational Psychiatry mostra que combinar meditação dirigida com corrida ou caminhada reduziu os sintomas de depressão em 40% para participantes deprimidos. O que é, em parte, um dos motivos que fazem muitas pessoas começarem a correr inicialmente e outras várias marcas a aderirem a divulgação da mindful running.

A marca ASICS por exemplo, lançou a primeira pista blackout do mundo para treinar a mente; em um experimento no local, eles descobriram que fatores psicológicos (como visão e som) têm um efeito significativo no desempenho de resistência. Além disso, a Nike também fez recentemente uma parceria com o Headspace (app de meditação guiada) em uma série de execuções conscientes guiadas por áudio por meio do aplicativo Nike + Run Club.

O repentino empurrão para tornar a mindful running mais popular tem a ver com ajudar os atletas a ganhar uma vantagem extra. É quase uma última fronteira em treinamento físico. Parece que houve essa percepção de que na verdade existe todo um domínio que ainda não foi explorado: a mente. E se você falar com qualquer atleta de elite, eles dirão que 90% disso vem à mente

O ponto é sair da conversa que você está tendo com a sociedade e voltar para uma convocação cara-a-cara com o seu corpo, com base em quanto você dormiu, quanto você comeu, quão boa essa nutrição foi, e onde você está mentalmente. Quanto mais conectado à sua corrida, mais tempo você poderá continuar correndo.

Mas como praticar a mindful running ou corrida consciente? Permanecer presente em uma atividade que parece projetada para ajudá-lo a sair da zona é mais fácil falar do que fazer. Mas existem maneiras que você pode fisiologicamente preparar seu corpo para o zen, e truques que você pode tentar fugir para ficar conectado.

Para tirar seu corpo de um estado de estresse antes de treinar, assuma uma posição respiratória formal (contra a parede ou deitado no chão) e focalize a respiração. Quando você começa a sentir essa sensação de calma, essa é a sua química interna, desligando algumas engrenagens.

Se a sua intenção é correr conscientemente, você quer deixar de lado qualquer forma de controle e ditração (seu relógio GPS, seu telefone, sua música) que possam tirar sua atenção do que importa de verdade. Não precisa necessariamente ser para toda a corrida, até cinco minutos podem te ensinar algo. 

Pesquise mais sobre a mindful running, pratique e conta pra gente quais efeitos sentiu na sua performance! #BrasilRun

Fonte: Runne’s World

Leia aqui também sobre Mindfulness e como a combinação certa de consciência corporal, dieta e exercícios pode te levar mais longe.


Sobre o Autor

Equipe Brasil Run

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar o post

Newsletter

Publicidade