Você Sabia?

Maratona sem tédio. Chegue ao final da prova sem sofrer.

Maratona

Quem costuma desistir antes durante uma maratona? Suas pernas ou seus pulmões? Pergunta difícil. Mas para a maioria, o cérebro é o primeiro a resolver que não dá mais. E não é assim tão surpreendente. Neste mundo de alta estimulação e gratificação instantânea em que vivemos, fazer apenas uma coisa por mais de quatro horas é um desafio e tanto.

Mas se você notar que mentalmente as coisas ficaram difíceis, isso só vai ficar tornar a sua maratona ainda mais complicada de terminar. Manter seu cérebro envolvido pode ser a chave para manter o ritmo e cruzar a linha de chegada com no mínimo um sorriso no rosto. Mas sabemos que é mais fácil falar do que fazer, então seguem algumas dicas dadas por profissionais da corrida para você se manter mentalmente conectado na próxima maratona que participar.

1. Visualize seu treino
Visualizar a linha de chegada de uma maratona é ótimo, mas pensar em seu treino pode ser ainda mais útil. Pense sobre os bons treinos que fez, e use isso para se manter motivada. Também ajuda pensar em outras pessoas que te ajudaram -treinador, fisioterapeuta, sua família. Isso te estimula a representar mais ainda seus esforços.

2. Divida a distância
Pensar cerca de 26,2 milhas antes de uma corrida pode ser assustador, mas também pode pensar sobre as 10 ou até quatro milhas restantes quando você está no meio dela. Divida a quilometragem restante em pedaços gerenciáveis. Por exemplo, concentrando-se apenas nos próximos 5K e siga no ritmo de cada milha, em vez de pensar em ter X milhas para percorrer. É muito mais fácil pensar em chegar ao fim de 5K de cada vez do que pensar em quanto você tem até o final da maratona, certo?

3. Pegue o ritmo
Quando você vivencia esse momento em que reconhece que está entediado, verifique seu corpo. Correr está começando a ser monótono? Ignore o que seu cérebro está lhe dizendo. Em vez disso, acelere o ritmo. Isso força sua mente e corpo a saírem do tédio ou da fadiga mental e se engajar ativamente novamente no objeyivo final. Até mesmo um intervalo de velocidade de 30 segundos pode lhe dar energia suficiente para colocá-lo de volta no jogo.

4. Incorporar Estratégias de Mindfulness
Você deve praticar corrida consciente ou mindful running – conectar sua respiração e corpo – durante suas corridas longas, mas mesmo que você não tenha sido diligente sobre isso antes do grande dia, há maneiras de incorporar a atenção plena. Tente se perder na atmosfera real ou no ambiente da corrida. Veja os outros corredores, o ambiente do curso, os espectadores e seus sinais. Pense na sua jornada de treino e nos momentos importantes ao longo do caminho. Você está correndo a maratona e isso é o resultado de todos os seus treinos. Você deve isso a si mesmo para não ficar entediado!

5. Concentre-se em outra pessoa
No final do dia, uma maratona é um empreendimento solo – só você pode passar por essa linha de chegada. Mas encorajar os outros pode ser mutuamente benéfico. Quando tentamos ajudar alguém, também ajudamos a nós mesmos. É depois de incentivar e aplaudir alguém que podemos obter o nosso segundo fôlego.

6. Encontre uma distração
Às vezes, encontrar uma distração de seu desconforto, apenas o tempo suficiente para perceber que essa monotonia estava em grande parte em sua cabeça. Olhe à sua frente, encontre uma fila de corredores e conte-os. E então veja se você pode começar a passar por esses atletas – uma camisa de cada vez. Quando você chegar ao fim da linha, redefina sua mira em uma nova linha. É uma ótima distração e super estimulante.

7. Construa sua rede de suporte
É ótimo esperar pela linha de chegada, mas isso está muito distante. Em vez disso, chame seus amigos e familiares para pedir apoio e peça que eles se espalhem ao longo do curso da maratona para que você possa ver alguém a cada poucos quilômetros. Para algumas pessoas, esse apoio é necessário a cada dois ou três quilômetros, enquanto para outros, é necessário apenas algumas vezes na corrida.

Há diversas maneiras de enfrentar uma prova dessas, basta escolher qual melhor se encaixa a sua personalidade de atleta. O importante mesmo é se superar, sentir que deu o seu melhor e não desistir na primeira dificuldade. Em frente sempre!

Fonte: Runner’s World

Leia aqui também um passo a passo de como recuperar seu corpo depois de uma prova longa!

Sobre o Autor

Equipe Brasil Run

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar o post

Newsletter

Publicidade