Você Sabia?

Esteira pode ser opção perfeita para os dias frios

O treino de corrida na esteira não é muito utilizado pelos corredores, já que ainda existe resistência por parte de alguns em utilizar essa forma de treino e isso talvez aconteça pela falta de conhecimento ou até mesmo pelo costume dos treinos na rua. E esse costume tem feito com que muitos corredores, nem pensem em abrir mão do convencional. Mas abra a sua mente e encare a esteira como um aliado na sua rotina de corrida.

Um dos grandes benefícios e facilidades que o treino na esteira oferece para os corredores é que é possível encaixar esse treino indoor na sua rotina, caso as condições do tempo não sejam boas, ou sua turma de corrida tenha desmarcado o treino na rua, enfim. Ao invés de ficar impedido de realizar o treino naquele dia na rua, você corre até uma academia e mantém seu ritmo em dia, sem dar grandes pausas.

A esteira também traz outro benefício que é bem utilizado entre os corredores que usam essa opção, que é o fato de ser muito mais fácil para determinar velocidades e distâncias, um fator excelente para a manutenção do treinamento, principalmente para quem está começando a modalidade e ainda não tem noção da onde seu corpo pode ir e quanto tempo leva para chegar lá. Além do que, os gadgets portáteis que fazem essas medições são caros e meio complicados de entender quando você ainda não criou intimidade com a corrida.

Melhores maneiras de treinar na esteira.

Vamos ver algumas dicas bem legais que servem tanto para os iniciantes em treinamento na esteira, quanto para os corredores que querem tirar melhor proveito de seus treinos indoor. Se você está começando a se aventurar nessa prática fique ligado a esses três passos:

Aquecimento: Toda e qualquer atividade física deve passar por aquecimento da musculatura, isso vai fazer com que o atleta renda mais e evite lesões. Comece caminhando e vá aumentando a velocidade gradativamente, respeitando o seu limite.

Encontre o ritmo certo: Fique atento aos seus passos durante a corrida, se concentre e procure contar com um passo rápido e curto. Assim, aos poucos você vai se enquadrando no ritmo certo para que possa a minimizar o impacto das passadas. E para melhorar a sua performance durante os treinos, conte quantos passos você consegue dar por minuto, outro ponto que merece a atenção do atleta, além também da postura e a inclinação enquanto corre.

Desaquecendo aos poucos: Ao terminar o seu treino, leve a sério o desaquecimento da mesma forma que o aquecimento, pois assim como o preparo do corpo na fase inicial da corrida é importante, o esfriamento da musculatura não deve ser esquecido. Isso deve ser feito também para que você baixe o ritmo cardíaco, evitando mal estar e possíveis problemas cardiovasculares que possa ter e não sabe ainda.

Procure sempre por treinadores competentes para te orientar melhor e nunca deixe de tirar dúvidas quando as tiver. Conhecimento é poder! #BrasilRun

Curtiu? Clique aqui e leia mais sobre como inovar nos seus treinos na esteira e melhorar sua resistência!

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar o post

Newsletter

Publicidade