Você Sabia?

As principais dificuldades de um iniciante em montanha

montanha

A corrida de montanha é para quem gosta de atividades físicas mais pesadas, pois exige um pouco mais de resistência, mas se você se interessa por essa modalidade, talvez precise saber um pouco mais sobre as dificuldades que podem surgir no caminho.

Se você já é um corredor de asfalto, pode se aventurar na corrida de montanha, pois as duas se assemelham em alguns pontos, mas é importante saber que não é exatamente a mesma coisa e seu corpo pode estranhar e mandar a conta depois.

A resistência é um dos pontos em comum, claro, apesar da montanha exigir mais. O uso de acessórios e equipamentos para proteção e melhora do desempenho é mais essencial nessa modalidade e a escolha de um bom tênis é importantíssima, principalmente quando você irá explorar terrenos irregulares.

Mas tirando os acessórios e equipamentos que são fundamentais nos dois esportes, temos o grau de dificuldade que na corrida de montanha é em um grau mais elevado. Veja a seguir as principais dificuldades que os iniciantes enfrentam.

1ª – Pedras: Essa é a principal dificuldade, e encabeça a nossa lista, porque nessa hora todo o cuidado é pouco. Nunca use pedras como apoio, muitas delas estão soltas e você pode acabar sofrendo um acidente sério no meio de seu esporte.

Isso é algo que ninguém quer e quem ainda tem pouca intimidade com a corrida de montanha deve se atentar as pedras, pois elas fazem parte de todo o percurso. Segurança em primeiro lugar sempre!

2ª – Terreno: Geralmente os iniciantes não são muito familiarizados com a variedade de condições de cada montanha, e por isso é sempre bom se atentar aos lugares que você não conheça muito bem e estudar bem o percurso antes de sair explorando.

Os terrenos podem apresentar diferentes condições como galhos, troncos, lugares enlameados que podem fazer o terreno ficar mais escorregadio, tendo a necessidade de um tênis especial para evitar acidentes, entre outros.

Outra coisa que é importante se atentar é aos buracos que possam existir no percurso da corrida. Nunca, em hipótese nenhuma, pule nenhum deles! Os mais experientes sabem que eles devem ser apenas desviados.

3ª – Subidas e Descidas: Como já foi citado, o ritmo da corrida de montanha é bem mais intenso do que da corrida de asfalto e uma dificuldade comum a todos os iniciantes dessa modalidade, são as subidas e descidas, que costumam ser muitas.

O desgaste é bem maior, e é preciso contar com uma resistência maior. É também muito importante para essa modalidade aprender a controlar os movimentos, e manter a respiração breve, durante todo o percurso. Aproveite as dicas, e evite os riscos!

Curtiu? Então leia aqui também sobre outras dicas para encarar sua primeira corrida de montanha!

Sobre o Autor

Equipe Brasil Run

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar o post

Newsletter

Publicidade