Comer Bem

Combata a inflamação com os alimentos certos!

inflamação
Foto: Freepik

Apesar de ter aparentemente pouco em comum, a doença de Crohn, a artrite reumatoide, a gastrite, a depressão, o câncer e a asma compartilham um traço comum: podem ser causados ​​ou agravados pela inflamação. E embora a inflamação às vezes possa ser boa – como quando está ajudando seu corpo a combater uma infecção, por exemplo – a inflamação crônica pode levar a problemas de saúde a longo prazo e algumas dessas doenças citadas afetam muitos corredores de elite e amadores, que sofrem para seguirem nas pistas quando alguma inflamação resolve aparecer.

Um estilo de vida sedentário, estresse e fatores ambientais podem contribuir para a inflamação – mas uma dieta pobre também é um fator chave e por isso que atletas mal instruídos nessa questão acabam por sofrer sem saberem que a culpa é da alimentação desaquilibrada.

De onde vem a inflamação?

Nosso sistema imunológico é ativado quando nosso corpo detecta substâncias estranhas, como bactérias, vírus, pólen ou produtos químicos, mas também certos alimentos como pão branco, frituras, bebidas açucaradas e carne vermelha. Isso geralmente desencadeia um processo descrito como inflamação.

A inflamação temporária direcionada a invasores verdadeiramente ameaçadores protege nossa saúde. No entanto, às vezes, a inflamação persiste e se torna uma condição crônica, que está associada a doenças como diabetes, artrite, depressão, câncer, doenças cardíacas ou doença de Alzheimer. Os radicais livres – moléculas de oxigênio altamente reativas que danificam moléculas biologicamente relevantes como proteínas, lipídios ou nosso DNA – desempenham um papel fundamental na criação da inflamação e eles podem ser neutralizados por substâncias em nossos alimentos chamados antioxidantes.

TOP 6 ALIMENTOS ANTI-INFLAMATÓRIOS

1. FOLHAS VERDES: Há uma razão pela qual esses alimentos poderosos estão em quase todas as listas alimentares saudáveis. Vegetais verdes folhosos são embalados com antioxidantes que têm um efeito positivo sobre a nossa saúde. Eles também contêm uma variedade de vitaminas e poderosos flavonóides anti-inflamatórios. A beleza das folhas verdes é que são tantas pra escolher! Escolha entre espinafre, couve, acelga, rúcula, couve e mostarda (também conhecida como mostarda marrom, mostarda chinesa).

2. MIRTILOS: A quercetina (= pigmento de planta) é considerada um poderoso antioxidante que ajuda a combater a inflamação e é proeminente nos mirtilos. Na verdade, os mirtilos estão cheios de antioxidantes. Um estudo descobriu que a pequena fruta brilhante não apenas passava as amoras e morangos no ranking das que tem mais antioxidantes, mas também tinha mais tipos, proporcionando assim uma ampla gama de proteção anti-inflamatória cada vez que você comia um punhado.

Blueberry

3. ABACAXIS: Abacaxis são outro anti-inflamatório natural. Eles estão cheios de bromelaína, uma enzima digestiva que ajuda a regular a resposta imunológica do seu corpo, de modo que não reaja com uma inflamação desnecessária. A bromelina também contribui para a saúde do coração. A fruta tropical é repleta de minerais e vitaminas (por exemplo, vitamina C), potássio e o oligoelemento manganês (que está envolvido na ativação de enzimas que destroem os radicais livres).

4. SALMÃO SELVAGEM: O salmão é outro ótimo alimento anti-inflamatório. É rico em ácido alfa-linolênico essencial ácido graxo ômega-3. Os ácidos graxos contidos no salmão podem beneficiar o coração, a pele e a saúde do cérebro.

Foto: Freepik

5. SEMENTES DA CHIA E LINHAÇA: Essas pequenas sementes realmente dão um soco na inflamação. Não só elas são carregadas com vitaminas e minerais, mas também são uma fonte saudável de ácidos graxos essenciais (como o ômega-3) – uma fonte alternativa útil se você não come carne. As sementes de Chia ajudam a combater a inflamação, regulam os níveis de colesterol e reduzem a pressão sanguínea, tornando-as excelentes para o coração. Também são ricas em ácido linoléico, um ácido graxo que ajuda o corpo a absorver melhor as vitaminas lipossolúveis A, D, E e K.

6. CÚRCUMA: Cúrcuma não é exatamente um alimento, mas pode se tornar o seu novo tempero. Diz-se que a curcumina, o pigmento amarelo-alaranjado na cúrcuma, é um forte agente anti-inflamatório. Muitos estudos estão atualmente testando o efeito da curcumina em diferentes tipos de câncer, diabetes, alterações articulares (osteoartrite) e danos na retina.

Sacks of healthy legumes and grains.

Como pode ver, existem muitos alimentos anti-inflamatórios naturais que beneficiam sua saúde. Agora vá em frente e comece a incorporar mais desses alimentos em sua dieta regularmente e sinta os efeitos! Consulte sempre um nutricionista antes.

Fonte: Runtastic

Curtiu? Leia aqui então sobre os benefícios do suco de aipo.

Adicionar comentário

Clique aqui para comentar o post

Newsletter

Publicidade